domingo, agosto 03, 2003

Elisa, a Baixa


Pobre Elisa, perseguida pelo PS por se ter ausentado por motivos de saúde do Parlamento e ir trabalhar para a RTP. Merece o nosso apoio.
Só quem nunca foi à Assembleia da República ou nunca assistiu ao canal Parlamento pode pensar ser descabido para um deputado meter uma baixa destas. Nada como uns dias a trabalhar noutro sítio para recuperar a sanidade mental. Claro que, aparentemente, a RTP não será o melhor local para isso, mas gostos não se discutem. Nem os baixos, quero dizer, as baixas.
Além do mais, a senhora deputada tem razão: porque implicam com ela? Então e os outros todos que fizeram o mesmo e ninguém quis saber onde passaram as suas baixas? Isto é perseguição pura! Um golpe baixa, isto é, baixo.

(in Público, 03Ago2003, p. 8 - sem registo on line)

Sem comentários:

Enviar um comentário