segunda-feira, setembro 11, 2006

Paranóia? Que paranóia?

NOTA POST(erior):

TROCARAM-ME/NOS AS VOLTAS!
Acabo de saber por um amigo que, afinal, "Loose Change" foi mesmo repetido na RTP1, ontem à noite, mas por volta das 00:00 horas! Ora aqui está uma boa altura para admitir que estava enganado (e ainda bem).
O que não deixa de ser uma paranóia é que tinha preparado a gravação do documentário, para aproveitar a versão portuguesa, para a hora prevista na programação e... nickles. Mas aqui fica a correcção, o meu pedido de desculpas à RTP e, também, o meu desagrado por estas alterações "à la minuta".
Resta a consolação de que muito mais gente deve ter visto "Loose Change" à hora a que realmente foi repetido.

Rui Semblano
11 de Setembro de 2001


.... . ----------------- 6 entrada original a partir desta linha 6 -----------------



RTP 1 não transmite
o documentário
"Loose Change"
("Conspiração Interna")
programado para as 03:05 h
de hoje, 11/09/2006


Paranóia?
Que paranóia?



A linha de apoio ao cliente (ou telespectador) RTP foi incapaz de me explicar o motivo pelo qual não foi emitida a repetição de "Loose Change" ontem à noite (hoje de madrugada). Após várias tentativas, a "menina" que me atendia chegou mesmo a dizer que os nomes dos documentários sobre o 11 de Setembro de 2001 "são tão parecidos" que deve ter havido alguma confusão.
Ficou com o meu e-mail e estou à espera da resposta, mas não fiquei por aqui.

Liguei directamente para a Direcção de Programas da RTP 1 e uma senhora meio enfadada (com certeza pela minha ousadia de ter ligado directamente para o Olimpo) diz-me para aguardar. Um momento depois, diz-me que "uma colega" lhe afirma que "Loose Change" passou à hora prevista. "Olhe que não, eu estava a ver, olhe que não." Então, já em desespero de causa, diz-me para enviar um e-mail com o pedido de esclarecimento para a RTP. Toma lá.

Os programas transmitidos hoje de madrugada, já atrasados em relação ao horário previsto, foram, a partir das duas e tal da manhã, "O homem em queda" (que já estava no ar quando sintonizei a RTP 1), "Em defesa do Islão", o resumo do GP de Itália F1 e "9/11: o dia que mudou o mundo".

Aguardo explicações, mas, aqui para nós, acho que "Loose Change" nunca mais vai passar na RTP, o que torna os que o viram na Dois, sexta-feira passada, testemunhas de um facto histórico. Oxalá me engane...


nota:
Para os que chegaram agora à Sombra em busca da primeira pergunta da série 5 / 911, ela já foi publicada e está mais abaixo.

5 comentários:

  1. Olá Rui. Parece impossivel, mas acho que vou defender a RTP. Se não me engano o documentário Loose Change passou, mas passou antes da hora marcada. Começou por volta da uma da manhã. Eu fui a casa do teu primo e estivemos a ver o documentário da BBC da reconstrução dos acontecimentos e depois um outro documentário do que se passou no voo 11 até ter batido na torre. Após isso vim para casa e já meio ensonado liguei a televisão e estava a dar um documentário, que penso que seja o Loose Change pois estavam a dissecar as imagens do pentágono e a provar por A+B que não podia ter batido ali um Boeing 757. referiram também as câmaras do hotel Sheraton que filmaram tudo, mas cujas filmagens foram confiscadas e nunca mais apareceram. Após isso, comigo já mais a dormir que acordado, começaram a dissecar a queda das torres e a mostrar as explosões que referes neste post. Após isso abri os olhos e descobri que tinha adormecido e que já tinha acabado o documentário, fiquei cheio de pena de não o ter visto todo. Assim acho que te vou poupar o mail para o provedor do espectador, pois parece-me que o Loose Change, passou, mas passou antes da hora prevista.

    Um grande Abraço,
    Nuno.

    ResponderEliminar
  2. Outsider:
    Obrigado Nuno. Outro amigo também me alertou para essa situação. Esta entrada já foi alterada de acordo com o que se passou - em destaque e mantendo a versão original, como é próprio d'A Sombra (ao contrário de certos jornais, que publicam retratações no miolo e em letras miudinhas).
    Mas que foi uma seca terem-nos trocado as voltas, foi.

    Um abraço,
    RS

    ResponderEliminar
  3. Calma! A conspiração não chegou aos patamares do Olimpo "radiotelevisionado" português. Graças a ti, Rui, tenho uma cópia em vídeo. Assim sendo, tens uma quota-parte dela. Se precisares, está ao teu dispor.

    Já agora, deixa-me partilhar contigo algo que me intriga ante o pressuposto conspiracional de um inside job: O que raio se passou em Madrid?

    Um abraço fraterno

    ResponderEliminar
  4. Davi Reis:
    Hehehe... Admito que fiquei tão "piurso" por terem alterado o horário e por ninguém na RTP me saber dar uma resposta concreta que me passei dos carretos. :)

    Quanto a Madrid, suponho que te referes ao 11-M. Pois foi exactamente o que sabemos, isto é, uma organização terrorista colocou explosivos em locais públicos e fez com que explodissem de modo a causar o máximo de vítimas.
    Se a ETA sabia ou não é um sideshow (eu acho que sabia - acho que Espanha é o seu terreno e muito dificilmente o 11-M teria acontecido sem o seu conhecimento, mas pouco importa).

    Se compararmos com o 9/11, onde está a diferença? Os atentados de Nova Iorque foram cometidos em plena hora de ponta matinal. Estás a imaginar quantas pessoas teriam morrido se, em lugar de tentarem atingir as torres do WTC em puro "Hollywwod style", os autores dos atentados tivessem, simplesmente, deixado cair os aviões na baixa nova-iorquina? Sem grandes manobras aeronauticas e sem grandes conhecimentos de pilotagem, quase bastaria ter cortado os motores e esperar que a gravidade fizesse o resto. Quer-me parecer que hoje lamentar-se-iam muito mais que 2700 mortos...

    Mas tenho que admitir que isso daria imagens televisivas menos espectaculares... E acredita que me dá um nó no estômago escrever isto, pois para mim, desde o alvo ao dia (nine-one-one é uma data demasiado "screenplayed" para o meu gosto) foi exactamente em como melhor atingir o subconsciente dos norte-americanos (e dos europeus) que se basearam os planos desta atrocidade. E nada mexe connosco como Hollywood...

    "Wag the dog"...

    Um grande abraço,
    (e até logo, depois da meia-noite)
    RS

    ResponderEliminar
  5. Duarte o Tretas17/9/06 21:23

    Até por cá temos conspiração

    http://www.duarteotretas.blogspot.com/

    ResponderEliminar